Como concorrer a bolsa integral do Prouni?

O PROUNI, Programa Universidade para Todos, é uma iniciativa do governo federal que visa oferecer bolsas de estudo em faculdades particulares.

As bolsas de estudos oferecidas pelo PROUNI, podem ser parciais, o aluno paga apenas a metade da mensalidade, ou total, o aluno não paga nada para concluir a sua graduação.

Realizando duas inscrições ao ano, o programa utiliza da nota do Enem como processo seletivo para selecionar os candidatos.

Para participar do PROUNI é gratuito e são oferecidos várias opções de curso em diversos cantos do Brasil. Se você deseja saber como conseguir uma bolsa integral do PROUNI, basta continuar acompanhando o texto.

Como conseguir uma bolsa do PROUNI  com a nota do Enem?

Antes de mais nada, é preciso saber que o PROUNI se divide em duas etapas:

  • Processo Regular: Primeira fase da seleção, para participar é preciso ter feito de forma obrigatória o Enem no ano anterior, e ter tirado uma nota igual ou superior a 450 pontos e não zerar a redação.
  • Processo de Bolsas Remanescentes: Segunda fase do programa, que é feito para preencher possíveis  vagas que possam ter sobrado após o encerramento das matrículas dos aprovados durante a primeira fase.

Como concorrer a uma das bolsas na fase remanescente

Para concorrer uma das bolsas do PROUNI da segunda fase remanescente é preciso se atentar as regras, que em geral são:

  • Ter se inscrito na mesma edição do PROUNI, mas não ter conseguido uma bolsa na primeira fase.
  • Professores da rede pública que trabalham  na educação básica e pretendem fazer outro curso de licenciatura. Aqui não é preciso nem ter feito o enem ou comprovar renda, e sim participar de um processo seletivo à parte.
  • Quem tenha participado do Enem a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos nas quatro provas e nota acima de zero na redação.

Mas, antes de concorrer a uma das bolsas do PROUNI utilizando a sua nota do Enem, é preciso verificar se você se enquadra nas exigências do Programa.

Para participar, não é permitido que se tenham diploma de curso superior e que você se encaixem em algumas das situações a seguir:

  • Estudou o ensino médio completo em escola pública.
  • Estudou o ensino médio completo em uma escola particular, mas com bolsa integral.
  • Estudou parte do ensino médio em escola pública e outra uma parte em escola particular com bolsa integral.
  • Possui alguma deficiência.
  • Trabalha como professor efetivo em escola pública de educação básica concorrendo a uma bolsa em curso de licenciatura.

Se você se encaixa em alguma das características acima, agora é preciso chegar se sua renda se encaixa nas delimitadas pelo PROUNI.

Para participar do programa, é preciso ter uma renda mensal familiar per capita de no máximo três salários mínimos.

Entenda as bolsas oferecidas pelo PROUNI

O PROUNI oferece duas modalidades de bolsas, as parciais de 50% e as integrais de 100%, e será a renda familiar que determina qual bolsa você irá conseguir, funcionando da seguinte maneira:

  • Bolsa integral: Para concorrer é preciso ter uma renda familiar per capita  mensal de até um salário mínimo e meio.
  • Bolsa parcial: Para concorrer é preciso ter uma renda familiar per capita de mensal de  um salário mínimo e meio até três salários mínimos.

Como você pode notar, será a sua renda que determinará se você irá conseguir ou não uma bolsa integral pelo PROUNI.

Assim, basta você verificar esta informação, e se sua renda se encaixar nas exigências do PROUNI, basta participar da próxima edição do programa para concorrer a uma bolsa integral.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *